Criados nos Estados Unidos, os parklets começam a aparecer no Brasil desde 2013 na cidade de São Paulo, por iniciativa de um grupo composto por arquitetos, designers e ONGs. 

 A boa avaliação da população permitiu à Prefeitura de São Paulo transformar a idéia original em política pública de ocupação dos espaços públicos da cidade. 

  A conversão dos espaços dedicados a duas vagas de automóvel é revertidada a lugares para relaxar, recriar, ou envolver-se na vida pública da cidade, sendo uma das mais novas tendências da reformulação do espaço público urbano.

Pensando nas mudanças positivas da paisagem urbana, a Goloni Mobiliário traz em sua nova linha de equipamentos públicos e privados o conceito de Parklet, equipada com bancos, floreiras, mesas, cadeiras, guarda-sóis, bicicletários, tomadas, wi-fi  dentre outros elementos e equipamentos de mobiliário.

Além de sua funcionalidade como espaço de convívio e recreação, os parklets transformam a paisagem ampliando o passeio público e criando plataformas de intervenção temporarária em que o atrativo é o elemento urbano humanizado pensando-se na dinâmica da cidade.